FOTO DE CAPA

CRAIBEIRAS FLORIDAS DE ADRIANO SANTORI

http://sertaodourado.com.br/2014/10/05/o-outubro-amarelo-das-craibeiras/

quinta-feira, 23 de junho de 2011

SIMPATIAS ( ADIVINHAÇÕES) NAS FESTAS JUNINAS





Nenhuma outra festa no Nordeste é tão rica  em  cultura e tradição popular quanto as festas juninas. Cheias de símbolos e de brincadeiras passadas de uma geração para outra, essas festas ficam gravadas para sempre na mente e no coração de quem, como eu, participou intensamente delas. Quando criança curti todas as brincadeiras permitidas à idade, mas foi na adolescência  que mais aproveitei:  adorava dançar quadrilha! Cada ensaio era uma festa e uma oportunidade de encontrar os garotos do lugar. Mas, bom mesmo, era fazer as .adivinhações na véspera de São João, o Santo mais popular dos festejos.Numa época em que casar era o maior objetivo na vida de uma mulher,ficar sem namorado era terrível, pois você estava condenada a "ficar no "caritó" expressão usada para as moças com mais de vinte anos que continuavam solteiras E é aqui que as "adivinhações" aparecem como uma brincadeira levada à sério por muitas jovens da época já que a maioria dessas simpatias eram feitas, entre outras coisas, para arranjar  um marido. 




                                            Brincadeira de Fogueira
                                   


Tem tanta fogueira/tem tanto balão
Tem tanta brincadeira /todo mundo no terreiro
Faz adivinhação...




Os Santos juninos, principalmente Santo Antônio, conhecido como o Santo casamenteiro e São João, eram os mais requisitados quando se tratava de fazer adivinhações. Os objetos utilizados nessas ocasiões tinham que ser virgens, ou seja, estar sendo usados pela primeira vez, senão nada funcionava.
Algumas das adivinhações aqui postadas são relatadas a partir das minhas experiências, outras tiveram como fonte de pesquisa o mestre do folclore Luiz da Câmara Cascudo, conterrâneo ilustre, no seu livro "Dicionário do Folclore Brasileiro.
                      

                                 
                     As Adivinhações



Danei a faca no tronco da bananeira
Não gostei da brincadeira /Santo Antônio me enganou
Sai correndo lá pra beira da fogueira
Ver meu rosto na bacia /A água se derramou...



          13 de Junho - Dia de Santo Antônio                         
              
A Lenda de Santo Antônio




 Duas moças não tinham dinheiro para o dote, e portanto não iam poder arranjar marido.  Conta a lenda que Santo Antônio teria jogado um saquinho de moedas pela chaminé das moças desamparadas.

Esse caso teria dado origem à sua fama de Santo casamenteiro.   



               Invocando Santo Antônio


1 - Pegue na imagem do Santo António, e fale com ele. Diga-lhe que enquanto ele não lhe arranjar um namorado ficará no frigorifico.Coloque a imagem no  congelador. Retire-o de lá quando o seu amor lhe bater á porta.




2 - Logo na manhã do dia 12 de Junho, véspera de Santo Antonio, compre um metro de fita azul, de qualquer largura, e escreva nela o nome completo da pessoa amada. Guarde a fita junto ao seu coração. À noite, conte 7 estrelas no céu, e enquanto conta faça um pedido ao santo, para que ele ajude você a conquistar o coração dessa pessoa. No dia seguinte, amarre a fita nos pés da imagem de Santo Antonio e deixe lá, até conseguir namorar com ele ou com outro de seu agrado.
 



3 -  Amarre uma fita vermelha e outra branca no braço da imagem de Santo Antônio, pedindo que lhe dê um marido. Reze um Pai Nosso e uma Salve Rainha. Pendure a imagem de cabeça para baixo sob a sua cama. Só desvire quando alcançar o pedido.


24 de junho  - Dia de São João



                               São João do Carneirinho


Costumes  juninos representam atos em homenagem a São João.
A fogueira, por exemplo, lembra o anúncio do nascimento de João Batista, filho de Isabel e primo de Jesus, à Virgem Maria. Como era noite e Isabel morava em uma colina, esta foi a forma encontrada para o aviso. 
Por isso,nas noites de junho são montadas fogueiras como forma de celebração. 
                   

                   Invocando São João







1 - Passe sobre a fogueira um copo virgem contendo água. Depois amarre a aliança de uma mulher casada enrolada em um fio de cabelo. Reze uma Ave Maria. Tantas são as pancadas dadas pelo anel nas paredes do copo quanto os anos que o pretendente terá de esperar para se casar.


                                                              

                                               
               

2. Passe um ramo de manjericão na fogueira e atire-o ao telhado. Se na manhã seguinte o manjericão ainda estiver verde, o casamento é com moço. Se murchar, é casamento com velho.











3. A meia noite do dia 23, introduza uma faca virgem numa bananeira.Reze uma Salve Rainha; depois disso você tem que voltar pra casa sem olhar para trás.No dia seguinte, aparecerá na faca a inicial do noivo ou noiva.Se não aparecer nada é porque não haverá casamento.






4 - Escreva em papeletes os nomes dos pretendentes. Enrole os papéis e coloque-os em uma vasilha com água. Deixe no sereno na véspera de São João. No dia seguinte o papel que amanhecer desenrolado indicará o nome do seu futuro marido.








5 - Separe três pratos: um sem água, outro com água limpa e outro com água suja. Deixe na mesa de cabeceira na véspera de São João. No dia seguinte de olhos vendados ponha a  mão em um deles:o prato sem água não dá casamento; o de água suja indica casamento com viúvo;o de água limpa é 
bom casamento na certa.                                            
                                              




Os tempos mudaram e com ele muito dessas tradições já não se cultivam, principalmente na cidade grande. Mas as simpatias fazem parte do imaginário popular, são uma parte importante e curiosa do nosso folclore, e viraram tradição durante as festas juninas. E mesmo sem comprovação da sua veracidade, muitos ainda as praticam por esse interior do Brasil, seja por fé ou como um simples  entretenimento.




FONTES: 
  • Dicionário do Folclore Brasileiro - Luís da Câmara Cascudo Ediouro Publicações/SP

FOTOS
Imagens Google        
                                            

         

5 comentários:

  1. Na minha época se fazia muito isso no São João.Tenho uma: coloque a chave da casa embaixo do seu travesseiro.Reze uma Ave maria e uma Salve Rainha antes de deitar.Seu marido vai lhe aparecer em sonho abrindo a porta.Ah! esqueci um detalhe: a chave é da porta da frente e deverá passar antes na fogueira.

    ResponderExcluir
  2. Sei uma que dá certo: pegue um lençol branco virgem,escreva o nome de quatro pretendentes em cada delas e dê um nó.Forre a cama com esse lençol e reze uma Salve Rainha antes de deitar.No dia seguinte uma das pontas deverá estar desatada com o nome do seu marido à vista.Se não desatar é porque não será um desses com quem vai casar.No meu caso não desatou e daqueles quatro já nem lembro ...rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  3. Esse negócio de homem fazer adivinhação pra arranjar amor, sei não viu! isso é coisa pra boiola!Mas sei de uma que é tiro e queda pra acabar com as verrugas.Se vc tiver alguma, pegue dia de São João ( 24)o primeiro ramo verde que encontrar passe nas verrugas.Em poucos dias estará livre delas.

    ResponderExcluir
  4. Nunca fiz essas coisas,mas lá em Santo Antônio eu ouvia falar dessa: assista a 7 missas seguidas, uma a cada domingo,sempre às 7 horas, na Igreja de Santo Antônio.Ofereça cada missa à Virgem Maria.Depois da última missa, acenda 7 velas aos pés de uma imagem de Santo Antônio e fale pra ele da sua vontade de casar.
    Essa é a preferida das solteironas.

    ResponderExcluir
  5. Pesquisando alguma crendicees , os ventos trouxeram-me até seu cantinho. Adorei e vou recomendar. Você é potiguar e vive no Rio. Eu sou carioca e mudei para Natal. Amo seu estado.
    Um forte abraço e Sucesso. Voltarei sempre, se Deus quiser!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...